Últimas Notícias

Romeu Zema participa do Encontro Anual do Conselho Curador da Fundação Dom Cabral



O governador Romeu Zema participou nesta terça-feira (10/3), na Fundação Dom Cabral (FDC), em Nova Lima, do Encontro Anual do Conselho Curador da instituição de ensino. O encontro é o momento em que a FDC abre as portas para receber membros da sociedade, autoridades, empresários e executivos que possuam proximidade com a instituição para apresentar o que foi realizado no exercício anterior e traçar cenários e objetivos para o ano corrente.

Durante a abertura, o cofundador da FDC, professor Emerson de Almeida, ressaltou que a iniciativa, neste ano, tinha dois objetivos. O primeiro de reverenciar a iniciativa da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) da criação da biblioteca Walther Moreira Salles e do lançamento do projeto “Memória FDC”, que reúne o acervo histórico da escola de negócio. Na ocasião, o presidente do Conselho de Administração do grupo Itaú Unibanco, que tem parte do controle da CBMM, Pedro Moreira Salles, foi homenageado.

“Em segundo lugar, temos que prestar conta à comunidade das atividades da FDC. Somos uma fundação sem fins lucrativos e, apesar de todos os problemas que o estado e o país enfrentam, acreditamos que podemos ajudar a comunidade, especialmente a empresarial, a se desenvolver, não apenas visando o lucro, mas estendendo os resultados dos seus projetos para a sociedade”, explicou Almeida.

Debate político


Durante seu pronunciamento, o governador Romeu Zema voltou a defender que a situação de inércia em que se encontra a economia do país só será resolvida com a implementação das reformas, como as administrativa, tributária e política. “Nós criamos no setor público uma superestrutura que demanda gastos, que burocratiza e prejudica, em algumas ocasiões, a vida de quem quer investir. É necessária uma revisão neste aparato que hoje asfixia nossa economia”, enfatizou.

Diante dos inúmeros desafios, Zema convidou os participantes a fazerem parte do debate político. “Sei que as associações empresariais têm feito o seu trabalho, mas nós precisamos de mais pessoas interessadas e engajadas no setor público”, finalizou.

Raízes em Minas


O homenageado Pedro Moreira Salles, durante seu discurso, ressaltou a importância de Minas Gerais e da mineiridade em sua vida. “Meus país e minha esposa são mineiros. As atividades do grupo Itaú Unibanco foram iniciadas em Poços de Caldas, há 96 anos. O grupo tem participação em empreendimentos importantes no estado - em Montes Claros e Extrema, além da CBMM.

Nenhum comentário