Últimas Notícias

Agentes da BHTrans utilizam bicicletas para ganhar mais agilidade no trânsito

 
Escalados para acompanhar um passeio ciclístico, com concentração na Savassi, os agentes Hugo Leonardo Silva Bueno e Rodrigo Silveira da Costa chegaram de bicicleta para monitorar o evento. Foi o primeiro teste do projeto da BHTrans de monitoramento do trânsito por bicicletas. Durante todo o evento, enquanto Hugo pedalava para providenciar o fechamento do cruzamento para a passagem dos ciclistas, Rodrigo ia em direção à próxima interseção. É um trabalho que requer muita agilidade e eficiência e, com as bikes, os agentes conseguiram atuar com muito mais rapidez.

A frota de veículos nos centros urbanos tem aumentado a cada dia e uma das soluções adotadas para garantir uma mobilidade aliada à sustentabilidade é o incentivo aos meios de transportes não poluentes, como a bicicleta. Foi pensando nisso que, desde o ano passado, agentes de transportes e trânsito da BHTrans que atuam nas regiões Centro-sul começaram também a monitorar o trânsito com bicicletas. Além de ser uma alternativa viável economicamente, as bikes oferecem mais agilidade e podem reduzir muito o tempo de resposta dos agentes diante de problemas no trânsito, principalmente congestionamentos e acidentes.

O projeto, que ainda está em fase de testes, conta, por enquanto, com seis bicicletas e oito agentes ciclistas. Todos os agentes passaram por avaliação médica antes de guiar as bikes. A ideia é expandir o projeto. “A flexibilidade e agilidade que as bicicletas propiciam facilitam muito o trabalho dos agentes, permitindo que eles atuem em uma área de maior abrangência!”, afirma Fernando Pessoa, superintendente de ação regional da BHTrans.

Além disso, explica Fernando, o projeto busca também uma maior proximidade dos agentes com a população de Belo Horizonte, de um contato mais direto que traga a possibilidade de oferecer ajuda e informações ao cidadão.

Ciclista profissional, o agente Rodrigo foi um dos incentivadores do uso da bicicleta na operação do trânsito. “A bicicleta, além de dar uma boa visibilidade no monitoramento, garante mais mobilidade, além de nos proporcionar um ótimo exercício físico enquanto trabalhamos”, diz ele. Rodrigo alerta sobre os cuidados que as pessoas devem ter ao sair de bicicleta. “Além de ficar atento às regras de circulação de trânsito, o ciclista deve sempre usar os equipamentos obrigatórios”, adverte. 

Fonte: PBH

Nenhum comentário