Polícia de MG descobre esquema de abortos realizados em hotéis de Belo Horizonte

A universitária Luciane Ferreira é acusada de praticar mais de 200 abortos em hotéis. Ela chegou a ser presa em flagrante no mês passado, enquanto se preparava para ministrar remédio de uso veterinário à duas gestantes na capital. Os procedimentos eram combinados por mensagem e custavam entre R$ 3 mil e 8 mil. O caso foi divulgado pelo Fantástico, da TV Globo.

Comentários

Mais lidas da semana

Academias e bares abertos dependem da população

Transforma Minas abre vaga para subsecretário de Direitos Humanos

Educação disponibiliza quarto volume do PET

BDMG abre cadastro para 2ª fase do Pronampe e anuncia nova linha de crédito para pequenas empresas

Estado começa obras para conclusão do Anel Viário de Sete Lagoas