Falso biomédico é preso em Nova Iguaçu


Agentes da 52ª Delegacia de Polícia Civil (DP) em Nova Iguaçu prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (22), um homem que se passava por biomédico, no centro da cidade, na Baixada Fluminense. A apuração apontou que o homem se passava por médico e realizava procedimentos invasivos, como incisão ou inserção de um instrumento no organismo.

“Foi constatado ainda que ele fez diversos procedimentos desta natureza, como cortes e microcirurgias nos órgãos genitais, prometendo aumentar o órgão genital masculino e modelar a genitália feminina. Ele foi preso pela prática do crime de exercício ilegal da medicina e por crime ambiental (descarte de lixo infectante em desacordo com normas legais)”, diz, em nota, a Polícia Civil.

No local, foram apreendidos diversos materiais de uso exclusivo de médicos, como lâmina de bisturi, fios de sutura, produtos para preenchimento, botox, enzimas emagrecedoras, produtos de fins estéticos vencidos, assim como itens proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), esteróides anabolizantes de uso animal, dentre outros.

Segundos os policiais, no momento da prisão, ele se apresentou como fisioterapeuta e estudante de biomedicina.

A ação é um desdobramento de uma investigação que apura denúncias que chegaram ao Conselho Regional de Biomedicina e de postagens em redes sociais.

Comentários

Mais lidas da semana

Presidência da República registra 178 casos de covid entre servidores

Queda no comércio global deve ficar em 13%, diz diretor-geral da OMC

Programa de estágio da SES-MG abre as portas para futuros médicos

Núcleos que atendem familiares de detentos voltam ao atendimento presencial

Jovens do Socioeducativo de Uberlândia aprendem profissões