Vôlei: mercado segue agitado antes do início da temporada 2020/2021


Após confirmar a renovação da parceria com o Sesi por mais uma temporada, o Vôlei Bauru anunciou nesta terça (14) a renovação do contrato com o técnico Anderson Rodrigues, campeão olímpico como jogador nos Jogos de 2004, em Atenas, para disputar a temporada feminina 2020/2021.

Como técnico, ele já havia sido campeão paulista em 2018/2019 pelo próprio Sesi Vôlei Bauru. “Vamos trabalhar com contratações pontuais para montar uma equipe forte, com o objetivo de crescer ainda mais, evoluir e que sejamos um time vencedor”, declarou à Agência Brasil.

Além da manutenção do comando técnico, o Sesi Bauru passará por mudanças significativas na parte administrativa. Uma delas é a chegada do ex-treinador Sérgio Negrão, campeão mundial de clubes (1994) e tricampeão da Superliga (1994/1995, 1995/1996 e 1996/1997), que será gerente de projetos da Associação Vôlei Bauru e assessor do time do Sesi Bauru.

Já o São Caetano, que ainda busca um patrocinador para a próxima temporada, confirmou na última segunda que aceitou o convite da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) e vai disputar a elite da Superliga feminina em 2020/2021, mantendo assim a tradição de estar presente em todas edições do torneio desde a sua criação.

“Itajaí e Valinhos abriram mão das vagas na Superliga A, recebemos o convite na quinta-feira passada e, ontem, aceitamos. Vamos partir para esse desafio. Mas hoje temos apenas a equipe infanto-juvenil com o apoio da Prefeitura. Estamos em busca de parceiros para montar a equipe adulto. O primeiro desafio foi superado, que era conseguir a vaga na elite. Agora, é seguir firme para estarmos bem preparados no início da liga, que deve ser em novembro", declarou o técnico Fernando Gomes à Agência Brasil.

O Curitiba, que, assim como o São Caetano, passa por sérios problemas financeiros, oficializou nesse início de semana a saída da oposto Yasmin Bednarczuk. Aos 20 anos, a jovem vai jogar no Porto (Portugal). Já no Osasco a notícia é a saída da ponteira Fernanda Tomé. Após uma temporada jogando na equipe da grande São Paulo, a atleta parte para a primeira experiência no exterior. Aos 30 anos, ela vai defender o Bolu Belediyespor (Turquia).

O central Flávio deixa o Sesc Rio de Janeiro e vai jogar na Polônia - Wander Roberto/CBV/Direitos Reservados

Entre os homens, dois jogadores de destaque da seleção brasileira se apresentaram na última segunda a seus novos times na Polônia. O central Flávio, ex-jogador do Sesc Rio de Janeiro, já treinou com os novos companheiros do Aluron Virtu CMC Zawiercie. Já o ponteiro Lucas Lóh, que deixou a equipe do Sesi, já participou da primeira atividade no Cerrad Enea Czarni Radom. Outro atleta que deixou o Sesc e partiu para o exterior é o ponteiro Djalma. Ele defenderá o Qadsia (Kuwait) na temporada 2020/2021. O oposto Caio Oliveira deixou o Vôlei Ribeirão e está a caminho da Turquia, para defender o Tursad.

Brasileiros na Itália

A ponteira passadora Rosamaria confirmou na última segunda a equipe que defenderá em sua segunda temporada no vôlei italiano. Após defender o Perugia, a atleta, que teve passagem pela seleção brasileira em 2017 e 2018, vai jogar pelo tradicional Casalmaggiore. Também na Itália, o levantador brasileiro naturalizado francês Rafael Redwitz, de 39 anos, anunciou que vai fazer parte do plantel do Ravena na próxima temporada.

Campeonato Brasileiro de seleções

Através de nota oficial, a CBV anunciou nesta semana que, por causa da pandemia de covid-19, o calendário de competições do Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) de 2020 está cancelado. Serão considerados os resultados da temporada 2019 para a efetivação dos torneios de 2021.

O calendário desse ano previa 12 campeonatos. Contudo, somente quatro tinham sido realizados, todos em Saquarema (RJ).

Comentários

Drogaria Araujo

Mais lidas da semana

Presas de Caxambu trabalham em reforma da unidade prisional

Covid-19: Minas Gerais é o estado com menor taxa de óbito por 100 mil habitantes

Uerj e UFF voltam às aulas, de forma remota, em setembro

Aplicativo ajudará a rastrear contatos de infectados com covid-19

“Crie o Impossível” abre inscrições e convoca alunos de escolas públicas de todo o país