Postagens

Mostrando postagens com o rótulo CadÚnico

Romeu Zema anuncia ampliação do Bolsa Merenda e repasse para fundos assistenciais dos municípios

Imagem
  Benefício, que será estendido por mais dois meses, vai favorecer 466 mil estudantes na faixa da pobreza e extrema pobreza O governador Romeu Zema anunciou, nesta segunda-feira (10/8), a ampliação do programa Bolsa Merenda , totalizando 466 mil estudantes atendidos. O benefício temporário visa reduzir os impactos da paralisação de aulas presenciais na rede estadual e a consequente inviabilidade de acesso dos estudantes à merenda escolar.  O programa foi estendido por mais dois meses (agosto e setembro) e passa a contemplar famílias na faixa da pobreza (com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178 por pessoa), além dos alunos em situação de extrema pobreza (com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa) atendidos inicialmente. Desde abril, o auxílio destinou R$ 50 mensais para estudantes da rede estadual inscritos no CadÚnico. Contenção de impactos Zema destacou que a iniciativa faz parte do esforço do governo mineiro para conter os impactos da pandemia. “Nosso combate vai al

Governo reforça campanha de cadastramento para o Benefício de Prestação Continuada

Imagem
Meta é cadastrar no CadÚnico 100% dos beneficiários do BPC no estado.   A Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese) acaba de divulgar as artes do cartaz, folder e faixas da campanha “Cadastrar para Incluir”, campanha lançada pelo Estado que busca evitar a suspensão do Benefício de Prestação Continuada (BPC) após o prazo estipulado. Os materiais já estão disponíveis para reprodução e podem ser acessados neste link . Além das peças de divulgação, uma equipe da Sedese também oferece apoio técnico para esclarecimento de dúvidas, por telefone e e-mail - (31) 3916-8010 e [email protected] . As pessoas que não se cadastrarem no CadÚnico até dezembro deste ano terão o benefício cortado. Já as que ainda não são beneficiárias, mas se enquadram no perfil para receber o BPC ­­- idosos com 65 ou mais, ou pessoas com algum tipo de deficiência, com renda familiar per capita de até um quarto do salário mínimo -, também devem fazer o cadastro par