Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Cemig

Cemig prorroga campanha de negociação de débitos

Imagem
  Parcelamento das dívidas tem condições especiais como divisão em até 12 vezes sem juros e pagamento em cartão de crédito A Cemig prorrogou até 31/10 a Campanha de Negociação de Débitos. A intenção do novo prazo é possibilitar que clientes quitem dívidas com a companhia em condições especiais. São oferecidas condições facilitadas para o acerto das  pendências, como o parcelamento da dívida em até 12 vezes sem juros (a negociação deve ser feita nos canais digitais da Cemig). A partir de agora, os clientes também podem utilizar o cartão de débito ou crédito para aderir à campanha.   Para acessar o programa, basta atualizar o cadastro com dados de e-mail e telefone junto à Cemig e fazer a adesão ao recebimento da fatura por e-mail no ato de parcelamento. O benefício é válido por meio dos canais digitais da companhia. O pagamento por cartão de débito ou crédito está disponível somente no Cemig Atende Web (disponível no site  www.cemig.com.br ). Vale informar também que, desd

Clientes podem parcelar débitos com a Cemig

Imagem
  Faturas em atraso poderão ser pagas em até 12 vezes sem juros Pessoas com débitos junto à  Cemig  poderão negociar, de forma facilitada, os valores das faturas em atraso. A empresa está oferecendo parcelamento da dívida em até 12 vezes sem juros. As condições são válidas somente pelos canais digitais de atendimento. Para aproveitar o benefício, os interessados devem atualizar seu cadastro com dados de e-mail e telefone e aderir ao recebimento da fatura por e-mail. De acordo com o gerente de Arrecadação e Adimplência da Cemig, Wellington Cancian, a campanha de negociação de débitos é uma oportunidade para ficar em dia com a empresa sem prejudicar o orçamento familiar. “O pagamento evita o endividamento e a aplicação de multas e juros. Além disso, no fim de julho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) permitiu retomada de diversas atividades pelas distribuidoras, dentre elas a suspensão de fornecimento de energia por inadimplência&quo

Aneel aprova reajuste de energia para estados de Minas, Rio e Paraná

Imagem
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (18) o reajuste nas contas de luz de consumidores dos estados de Minas Gerais, do Paraná e do Rio de Janeiro. Os novos valores começam a ser cobrados neste sábado (22), em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, e na segunda-feira (24), no Paraná. Para os consumidores atendidos pela Energisa MInas Gerais (EMG), a Aneel aprovou reajuste médio de 6,73%. A empresa atende cerca de 457 mil unidades consumidoras localizadas em 65 municípios de Minas Gerais e um no Rio de Janeiro. Os consumidores atendidos em alta tensão pela EMG terão reajuste de 7,41% e os atendidos na baixa tensão, de 7,41%. Segundo a Aneel, pesou no índice o impacto dos componentes financeiros e custos de compra de energia. A concessionária adquire energia da Usina de Itaipu, e esta transação é precificada em dólar. Ainda no estado do Rio de Janeiro, a Aneel aprovou reajuste médio de 9,26% para os consumidores da Energisa Nova Friburgo (ENF). Para a alta tensão, o

Cemig coloca à venda 46 imóveis em 27 municípios mineiros e em Goiás

Imagem
Podem participar do pregão pessoas físicas e jurídicas. É necessário cadastro e credenciamento, conforme as exigências expressas no Portal de Compras A Cemig colocou à venda imóveis urbanos e rurais localizados em todas as regiões de Minas Gerais. O edital de licitação prevê a alienação de um total de 46 imóveis em municípios mineiros e também em Goiás, por meio de pregão eletrônico, e pode ser consultado no Portal de Compras , no site da Cemig. A sessão pública será realizada em 23 de janeiro (quarta-feira), às 10h. Os interessados têm até as 9h30 do mesmo dia para enviar suas propostas. Em Goiás, os imóveis estão localizados no município de São Simão. Em Minas Gerais, estão localizados em todas as regiões do estado, incluindo um terreno na região central de Belo Horizonte, na Rua Juiz de Fora, esquina com a Avenida do Contorno, ao lado do Hospital Socor, no Barro Preto. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, são ofertados também imóveis nos municípios de Betim e Santa Luzia.

Cemig coloca à venda participação em consórcios para exploração de petróleo e gás

Imagem
Dando continuidade ao Programa de Desinvestimento, iniciado em 2017, a Cemig fará, no próximo dia 18 de janeiro, uma oferta pública das cotas de participação que possui nos Consórcios de Exploração de Petróleo e Gás Natural em cinco blocos, quatro deles localizados na Bacia do São Francisco, no Norte de Minas, e um na Bacia do Recôncavo, na Bahia. Atualmente, os trabalhos se encontram na etapa de prospecção, com expectativa de existência de reservas de gás no São Francisco e de petróleo no Recôncavo. A concessão para exploração das áreas foi obtida pela Cemig, em consórcio com outras empresas, na 10ª Rodada de Licitações promovida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em 2008. Em cada consórcio, a Cemig possui participação de 24,5%, e, em todos eles, já foram realizadas as atividades previstas no Programa Exploratório Mínimo, conforme compromisso assumido junto à ANP. Em 2017, a Diretoria da Cemig anunciou uma trajetória de desi

Fernando Pimentel inaugura primeira usina fotovoltaica do Brasil com sistema de armazenamento de 1MW

Imagem
O governador Fernando Pimentel participou nesta terça-feira (15/5), em Uberlândia, no Território Triângulo Norte, da inauguração da primeira usina fotovoltaica do Brasil, com sistema de armazenamento de 1 Megawatt (MW). O investimento é de R$ 22,7 milhões, sendo R$ 17,5 milhões pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e R$ 5,2 milhões pela Alsol Energias Renováveis (Grupo Algar), empresa parceira do projeto. A iniciativa é do Programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e tem como objetivo desenvolver uma solução, através de um produto nacional, que gere economia financeira ao reutilizar baterias e inversores fotovoltaicos já existentes. A Cemig e a Alsol farão um estudo da aplicação de sistemas de armazenamento em combinação com geração distribuída, com implantação de uma planta fotovoltaica de 300 kWp (kilo Watt-pico) e um sistema de armazenamento de 1 MW. Além disso, serão instalados sete protótipos de sistemas de armazenament