Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Bombeiros

Estado registra redução da área queimada em unidades de conservação

Imagem
Redução do tempo de resposta e atuação coordenada estão entre os destaques para prevenção e combate aos incêndios florestais Minas Gerais chegou neste mês de setembro à marca de 4.300 hectares (ha) de área queimada no interior das unidades de conservação sob gestão do Estado. Em 2020, são 258 ocorrências de incêndios dentro dessas unidades e mais 138 no entorno, o que resulta em mais 6.416 ha atingidos pelo fogo também no entorno, nas chamadas zonas de amortecimento. Apesar dos quase 400 registros, Minas mantém, neste ano, números menores de área queimada dentro de parques, monumentos naturais, estações ecológicas e outras unidades de conservação. Razão desse resultado tem sido a redução do tempo de resposta, que chega a menos de 10 minutos em 24% das ocorrências e em menos de uma hora em 61% dos casos. Com isso, menos de 1% dos registros de incêndio atingem uma área superior a 1 mil hectares. Esses e outros dados foram apresentados nesta quarta-feira (7/10) pela secretár

Bombeiros de Minas têm novo aliado contra incêndios florestais

Imagem
  Aeronave modelo Air Tractor carrega até 3 mil litros de água, otimizando combate em focos dispersos e áreas de difícil acesso O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) já pode contar com um novo aliado no combate a incêndios florestais: a aeronave Air Tractor. O modelo integra série de investimentos da corporação em inovações e tecnologias já consolidadas como referências mundiais para reforçar as missões de combate ao fogo. Além do avião, que tem capacidade para espargir três mil litros de água de forma fracionada ou apenas em um ponto específico, o CBMMG faz a utilização estratégica de anemômetros, aparelhos que aferem a velocidade e direção do vento. O equipamento é fundamental para compreender melhor a evolução dos focos e aprimorar o combate. Segurança O uso da aeronave reduz o tempo de combate na operação já que o lançamento da água é administrado por um computador que ajusta a descarga nos focos de incêndio, controlando assim as chamas em determi

Incêndio no Parque Nacional da Serra da Canastra é controlado

Imagem
  O incêndio no Parque Nacional da Serra da Canastra, em Minas Gerais, foi finalmente controlado pelas equipes de combate na tarde desta quinta-feira (20), de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O fogo começou no último sábado (15) e chegou a consumir mais de 21 mil hectares do parque, que tem 71.525 hectares demarcados.  "Neste momento, a equipe de combate realiza monitoramento e vigilância para evitar reignições. Estima-se que a extinção (sem perigo de reignição) ocorra entre hoje [20] no final do dia e amanhã [21]", informou o ICMBio, em nota. O Parque Nacional da Serra da Canastra está fechado desde março por conta da pandemia de covid-19.  Segundo o instituto, a equipe de combate contou com o apoio de mais de 70 pessoas entre brigadistas dos Parques Nacionais da Serra do Cipó, Serra dos Órgãos e do Caparaó, além do Corpo de Bombeiros, Polícia Milita

Unidades de conservação reforçam cuidados contra incêndios florestais em Minas

Imagem
  O cuidado com as unidades de conservação administradas pelo  Governo de Minas , por meio do  Instituto Estadual de Florestas (IEF) , está sendo reforçado durante o período crítico de incêndios florestais. Além das já rotineiras manutenções em trilhas, aceiros, estradas e áreas de vegetação, os funcionários dos locais têm participado de atividades com as equipes da Força-Tarefa Previncêndio e Corpo de Bombeiros. Além disso, trabalhos de educação ambiental com comunidades do entorno sobre os riscos de queimadas, instalação de fiscalização preventiva e monitoramento em áreas de recorrência de incêndios também foram reforçados. Todas as atividades visam a prevenção e o combate ao fogo e têm sido realizadas conforme as medidas sanitárias determinadas pela  Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG)  para proteção dos servidores. O objetivo é melhorar o desempenho alcançado em 2019,  quando o Estado conseguiu reduzir em 21%, de acordo com a média histórica , a ár

Defesa Civil Nacional decreta Estado de Calamidade Pública no Guarujá

Imagem
A Defesa Civil Nacional determinou Estado de Calamidade Pública no Guarujá, na Baixada Santista, devido às fortes chuvas que causaram mortes e destruição em várias localidades do município paulista. A portaria, com a medida, está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (5). Até essa quarta-feira (4), os dados da Defesa Civil estadual indicavam 20 mortos e 18 desaparecidos na região do Guarujá. Segundo a prefeitura, ao todo, sete morros foram atingidos, sendo dois com maior gravidade: o da Barreira do João Guarda e o da Bela Vista (Macaco Molhado). Mais de 100 desabrigados estão acolhidos na Escola Municipal Dirce Valério, na Avenida Dom Pedro I, 340, no Jardim Tejereba. No local, eles recebem atendimento médico e psicológico, além dos cuidados básicos de alimentação, higiene e acomodações para descanso. De acordo com a prefeitura, as chuvas no Guarujá atingiram o acumulado de 405 milímetros (mm) nas últimas 72 horas, sendo 282 mm só nas primeiras 12 horas, número sup