Postagens

Mostrando postagens com o rótulo ICMBio

Parque da Chapada dos Veadeiros reabre para visitação pública

Imagem
  O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás, reabre para a visitação pública, nesta terça-feira (18). A medida está prevista em portaria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (17). O parque está fechado desde 22 de março de 2020, conforme portaria Portaria nº 227/2020, do ICMBio , diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A reabertura será de forma gradual e monitorada, mediante cumprimento dos protocolos de segurança sanitária. As atividades de visitação pública poderão ser realizadas desde que observadas as várias medidas de prevenção, entre elas, o uso obrigatório de máscara de proteção facial; a disponibilização de álcool em gel 70% ou produto de higienização para as mãos; e fazer com frequência a limpeza e desinfecção dos ambientes, como: pisos, corrimãos, lixeiras, balcões, maçanetas, tomadas, torneiras e banheiros. O documento diz ainda

Ingresso para o Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato

Imagem
  O ingresso para o Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato para os moradores do estado do Rio de Janeiro. Portaria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), autorizando o desconto, está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (11). A medida tem por objetivo estimular o turismo local e diminuir, em curto prazo, os impactos negativos no equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, causados pela pandemia da covid-19. Atualmente, a visitação pública ao parque é permitida parcialmente a atividades esportivas. A  reabertura integral está prevista para o dia 15 de agosto de 2020. As concessionárias ficam obrigadas, durante o período de vigência da portaria, a adotar medidas de controle do número de visitantes diário e informar a quantidade o ICMBio, em relatório mensal. A concessão do desconto para moradores do Rio de Janeiro valerá enquanto durar o estado de calamidade pública estabelecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de

Parques Nacionais de Brasília e de São Joaquim são incluídos no PPI

Imagem
Os Parques Nacionais de Brasília e de São Joaquim (SC) podem ter a administração concedida à iniciativa privada. O Ministério da Economia editou a Resolução 131/2020 , que inclui as duas unidades no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e no Plano Nacional de Desestatização. Segundo a resolução, os serviços públicos de apoio à visitação, à conservação, à proteção e a gestão das unidades seriam concedidos à iniciativa privada. A concessão seria renovada periodicamente. Atualmente, os parques são administrados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Com a inclusão no PPI, a concessão dos parques passa a ter caráter prioritário no plano de desestatização. Criado em 1961, o Parque Nacional de Brasília, mais conhecido como Água Mineral, tem cerca de 42,3 mil hectares e tem como principais atrações as piscinas abastecidas por águas de nascentes próximas. O parque dispõe de duas trilhas, nas quais os visitantes podem observar a fauna e a f

Ricardo Salles diz que suspensão de contratos com ONGs está mantida

Imagem
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, negou hoje (17), que tenha voltado atrás na decisão de suspender por 90 dias a execução de convênios e termos de parcerias que a pasta e autarquias ambientais subordinadas ao ministério têm com organizações não governamentais (ONGs). “Não há nenhum recuo. Tanto que a norma que baixamos continua em vigor nos exatos termos em que ela foi emitida”, disse o ministro ao participar, em Brasília, da cerimônia de posse do novo diretor do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Eberhard. A reanálise de termos de parcerias e acordos de cooperação dos distintos fundos do ministério com o terceiro setor foi anunciado na última terça-feira (15). Na ocasião, o Ministério do Meio Ambiente informou, em nota, que a suspensão permitirá a avaliação dos contratos em condições de ter continuidade, bem como a realização de eventuais ajustes dos que eventualmente mereçam reparos. Hoje (17), o ministro revelou que estuda fazer