Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Prazo

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

Imagem
  Em sua sexta edição, o prêmio da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) 2020 está com as inscrições abertas até sábado (15). O prêmio avalia iniciativas que contribuem para a segurança hídrica, gestão racional de recursos e soluções sustentáveis para o Brasil.  Dividido em oito categorias, o Prêmio ANA 2020 procura soluções inovadoras em diferentes áreas, de gestão pública à educação, e conta com uma categoria especial de reconhecimento de produções jornalísticas de destaque sobre o tema. Reportagens veiculadas a partir de 1º de julho de 2017 poderão concorrer. As demais áreas de premiação são: Governo, Empresas de Micro ou de Pequeno Porte, Empresas de Médio ou de Grande Porte, Educação; Pesquisa e Inovação Tecnológica, Organizações Civis, Comunicação e Entes do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Singreh). Estudantes, professores, entidades de educação e ensino não forma

Redução do IOF sobre crédito é prorrogada por 90 dias

Imagem
A redução a zero do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) cobrado em operações de crédito foi estendida por 90 dias. A prorrogação consta do Decreto 10.414, publicado hoje (3) no Diário Oficial da União. Concedida no início de abril para aliviar o crédito a pessoas físicas e empresas afetadas pela pandemia do novo coronavírus, a redução acabaria hoje. Com a medida, o IOF continua zerado até 2 de outubro. Com a prorrogação, o governo deixará de arrecadar R$ 7,051 bilhões de julho a outubro. Ao incluir a redução a zero do IOF, que vigorou nos últimos três meses, o governo não arrecadará R$ 14,1 bilhões em 2020. Tradicionalmente, o IOF cobra alíquota de 3% sobre o valor total da operação de crédito, independentemente do prazo, mais 0,38% ao ano. Dessa forma, a alíquota máxima pode chegar a 3,38%, diminuindo caso a operação tenha prazo inferior a um ano. 

No último dia de prazo, 1,9 mi têm auxílio emergencial em análise

Imagem
No último dia de cadastramento para o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), 1,9 milhão de brasileiros ainda estão com o pedido em análise, divulgou hoje (2) a Caixa Econômica Federal. Desse total, 1,2 milhão de pedidos estão em primeira análise e 700 mil estão em segunda análise, quando o cidadão que teve o benefício rejeitado e corrige dados ou contesta a não aprovação. O vice-presidente de Rede de Varejo da Caixa, Paulo Henrique Angelo, explicou que quem tiver o benefício liberado depois do fim do prazo receberá as cinco parcelas previstas no programa, com intervalo mínimo de 30 dias entre cada uma. “A análise e a liberação do benefício dependem da Dataprev [estatal de tecnologia que verifica os cadastros]. A Caixa apenas recebe a lista e faz os pagamentos”, explicou. Em três meses de funcionamento, o auxílio emergencial pagou R$ 112,5 bilhões a 64,9 milhões de brasileiros. “Praticamente um a cada três adultos no país está recebendo o benefíc