Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Dengue

Novo teste amplia precisão do diagnóstico de dengue

Imagem
  Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), coordenado pelo professor Flávio Guimarães da Fonseca, acaba de desenvolver uma tecnologia de diagnóstico mais sensível às infecções pelo vírus da dengue. O projeto de pesquisa conta com apoio da Fapemig e tem como principal diferencial evitar a reação cruzada a outros vírus que causam sintomas muito parecidos, como o zika. A dengue segue como problema de saúde pública no Brasil e em Minas Gerais, que registrou 53.089 casos só nesse ano, de acordo com o último Boletim Epidemiológico de Monitoramento dos casos de Dengue, Chikungunya e Zika, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) . Arquivo pessoal; a pesquisadora Alice Versiani  A pesquisadora Alice Versiani, autora do primeiro artigo sobre a pesquisa publicado no jornal científico Scientific Reports, explica que a metodologia tem grande limite de detecção, com capacidade para identificar concentrações mínimas de

SP: Sorocaba tem 643 casos confirmados de dengue

Imagem
A Secretaria de Saúde de Sorocaba , interior de São Paulo, informou esta semana que já foram registrados 643 casos confirmados de dengue na cidade. Além disso, disse a secretaria, houve também sete confirmações para chikungunya. Para intensificar as ações de combate à dengue, a prefeitura tem visitado imóveis para remover os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti. Entre janeiro e fevereiro, mais de 50 mil imóveis foram visitados. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, até este momento foram confirmados 21.530 casos de dengue no estado de São Paulo, queda de 38% em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 35.151 casos. Ainda segundo a secretaria, houve sete mortes este ano por dengue no estado, queda de 80% na comparação com igual período de 2019. As cidades que concentravam a maior quantidade de casos no estado eram Catanduva e Ribeirão Preto. Até o início do mês de março, Ribeirão Preto já confirmava 3.065 casos de dengue na cidade. Em Catanduva,

Agentes de Combate a Endemias realizam mais de mil vistorias em defesa da saúde

Imagem
  Todos os dias cerca de 1.485 agentes de combate a endemias percorrem os bairros da capital realizando vistorias para controle de zoonoses. Em 2018 foram mais de 4.399.681 imóveis visitados. O trabalho é permanente e de extrema importância. Por meio desse esforço, a Secretaria Municipal de Saúde consegue manter sob vigilância doenças como a dengue, zika, chikungunya, febre amarela, raiva, leishmaniose, dentre outras. Assim como em outras frentes de trabalho, a parceria com a população é fundamental para o sucesso das ações. Thiago Madureira é Agente de Combate a Endemias há 10 anos e no bairro Copacabana ele já é conhecido pelos moradores. Por dia, são cerca de 30 vistorias e em todas elas, ele chega fazendo o alerta. “Seja pra dengue ou pra outras doenças, tem gente que acha que é simples e que não tem nada em casa, mas sempre a gente acha alguma coisa. Aí, é orientar e lembrar que cada um precisa fazer a sua parte”, reforçou. A casa da aposentada Sandra Flores, é limpa e organ

Cuidados com o Aedes aegypti devem ser intensificados durante o verão

Imagem
A chegada do verão torna as medidas de prevenção e controle do Aedes aegypti ainda mais relevantes. Ainda que as ações devam ser mantidas durante todo o ano, o aumento das temperaturas, somado às chuvas características do momento, propicia a proliferação do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Por isso, neste período, o ideal é eliminar recipientes que podem servir para acúmulo de água, contribuindo para a prevenção e controle das arboviroses. Conforme explica a referência técnica do Programa Estadual de Controle das Doenças Transmitidas pelo  Aedes , Paula Figueiredo, ainda que o período seja propício para a proliferação do mosquito, algumas atitudes simples e diárias podem evitar problemas futuros. “A participação da população é fundamental nas ações de controle do  Aedes aegypti , e a melhor maneira de se prevenir das doenças é eliminar os focos que acumulam água, considerados possíveis criadouros do mosquito. São exemplos de ações importantes:

Prefeitura de Belo Horizonte realiza mutirão de limpeza em combate ao Aedes aegypti

Imagem
A Prefeitura de Belo Horizonte vai realizar, no dia 25 de junho, um mutirão na área de abrangência do Centro de Saúde São Gabriel (rua Ilha da Malta, 353, São Gabriel), região Nordeste de Belo Horizonte. O objetivo é eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, Zika Virus e Chikungunya, além de alertar a população para a responsabilidade de cada um no processo de combate ao mosquito. Serão beneficiados os moradores de 1.070 imóveis, distribuídos em 12 quarteirões do bairro. A mobilização da população será feita nos dias 21 e 22 de junho, quando os agentes de combate a endemias (ACEs) farão a visita domiciliar para orientar as famílias sobre os materiais inservíveis que deverão ser descartados, no passeio, no dia do mutirão, das 8 às 16h. O recolhimento será feito pela equipe de Limpeza Urbana. Os mutirões de limpeza na região Nordeste foram retomados em outubro do ano passado e vários locais foram beneficiados com o serviço. As ações já

Mobilização contra a dengue agita estações da CBTU-BH

Imagem
A CBTU Belo Horizonte, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, realizou mais uma mobilização contra o Aedes Aegpyti nesta quinta-feira (22/02). A ação começou na Estação Central às 9h e seguiu até as 11h no interior dos vagões. No decorrer da intervenção, os integrantes do grupo Mobiliza SUS, Militani de Souza, Clébia Vargas, Francisco dos Santos, Pollyanna Rodrigues e Marcia Moreira, distribuíram panfletos e conversaram com os usuários sobre as medidas que devem ser tomadas no combate ao Aedes Aegypti. Durante a ação, os atores divertiram os usuários com uma apresentação teatral, juntos eles representaram um casal que, à espera do primeiro filho, toma todos os cuidados no combate à proliferação do Aedes Aegpyti. A confeiteira Maria de Nazaré de Souza e o pequeno Felipe Souza ficaram encantados com a caracterização dos atores. O entusiasmado Felipe foi logo interagindo. Para Nazaré, usar a arte para conscientizar a população sobre um assunto tão importante traz leveza e dei