Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Japão

Yuriko Koike: Jogos devem ser símbolo da superação do coronavírus

Imagem
A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse nesta segunda-feira (13) que as Olimpíadas devem ser realizadas no próximo ano como um símbolo da unidade mundial na superação do novo coronavírus. A declaração foi dada no momento no qual a cidade que ela governa enfrenta um aumento de casos de covid-19. O Japão não teve um surto de coronavírus de grande magnitude como em outros lugares, mas um recente aumento de casos em Tóquio, que representa mais de um terço do total de 20 mil registrados, causou preocupação com a possibilidade de uma segunda onda de infecções. Os Jogos de 2020 estavam programados para começar este mês, mas foram adiados por causa da pandemia de coronavírus. Koike prometeu obter apoio público para os Jogos, embora uma pesquisa da imprensa mostre que a maior parte das pessoas pensa que o evento deve ser cancelado novamente. “Quero sediá-los [os Jogos] como um símbolo do mundo se unindo para superar essa situação difícil e de vínculos fortalecidos entre a

"Atletas estão bem preparados para Jogos", diz vice-presidente do COB

Imagem
O vice-presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e chefe da missão do Time Brasil em Tóquio, Marco Antonio La Porta, disse que o país deve chegar aos Jogos Olímpicos com mais de 280 atletas. A gente conta com a torcida de todos. Nossos atletas estão muito bem preparados e animados”, afirmou. O governo japonês descarta a possibilidade de cancelamento das competições por causa da pandemia de coronavírus. A estimativa do COB deve se se confirmar em meados de junho, poucos dias antes do embarque da delegação para o Japão. Isso porque algumas modalidades ainda precisam passar por disputas classificatórias. O chefe da missão brasileira nos Jogos contou ao programa Impressões, da TV Brasil, que vai ao ar hoje (18), às 23h, como a equipe verde-amarela está se preparando para o evento. A meta, segundo ele, é manter o Brasil no patamar conquistado nos Jogos do Rio, quando a equipe teve o melhor resultado da história em Olimpíadas. Os brasileiros ficaram em 13º lugar no quadro de medalhas,

Ministra japonesa afirma que é inconcebível adiar ou cancelar Jogos

Imagem
Menos de 24 horas após a entrevista de Haruyuki Takahashi, integrante do Comitê Organizador local, ao jornal norte-americano Wall Street, levantando a possibilidade de a Olimpíada de Tóquio ser adiada por um ou dois anos, a ministra japonesa dos Jogos de Tóquio 2020, Seiko Hashimoto, afirmou que considera a mudança no calendário inconcebível. “Do ponto de vista dos atletas, que são os principais atores dos Jogos de Tóquio, quando se preparam para este evento que acontece uma vez a cada quatro anos (...) é inconcebível cancelar ou adiar”, declarou Hashimoto, durante reunião no Parlamento Japonês, em Tóquio. O clima de dúvidas sobre a realização ou não do evento este ano é consequência da propagação do novo coronavírus (Covid-19) pelo mundo. O Japão registra até o momento 560 casos confirmados e 12 mortes, mas o Covid-19 já se espalhou pela Ásia, Europa e Américas. A ministra japonesa disse ainda que cabe ao Comitê Olímpico Internacional (COI) a decisão final sobre a realização dos Jog

Tsunami no Japão completa 9 anos e país homenageia vítimas

Imagem
Às 14h46 (horário local) desta quarta-feira (11), uma sirene soou para marcar o exato momento em que ocorreu o terremoto, seguido de tsunami, no Japão em 2011. Japoneses em todo o país fizeram um minuto de silêncio para homenagear as milhares de mortes de nove anos atrás, quando um grande terremoto provocou um tsunami e um acidente nuclear no Nordeste do país, na Usina de Fukushima. O desastre deixou 18.428 mortos ou desaparecidos, incluindo Maki, a única filha da família Okubo. A mulher, de 27 anos, foi levada pelo tsunami. No verão passado, parte de seus restos mortais foi finalmente encontrada ao largo da costa da província de Miyagi. O pai de Maki, Mitsuo Okubo, disse: "Este ano é diferente. Podemos sentir a presença de minha filha próxima de nós". Mais 3.739 pessoas morreram nos anos que se seguiram ao terremoto de magnitude 9 na escala Richter. O tremor gerou um tsunami com mais de 10 metros de altura e provocou aquele que é considerado o pior acidente nuclear desde C

Agência vai ajudar países em desenvolvimento a detectar coronavírus

Imagem
A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) planeja ajudar países em desenvolvimento a conduzirem testes de detecção do novo coronavírus, com o emprego de tecnologia derivada da indústria nuclear. Nessa segunda-feira (9), o diretor-geral da agência, Rafael Mariano Grossi, anunciou o plano durante uma reunião do conselho de administração da entidade em Viena, na Áustria. Grossi afirmou que a Agência Internacional de Energia Atômica mantém contato permanente com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras entidades para lidar com a disseminação global do coronavírus. Ele informou que 14 países na África, Ásia e de outras regiões solicitaram apoio até o momento. Segundo o diretor-geral, cientistas desses países passarão pelo primeiro curso de treinamento em tecnologias de detecção dentro de algumas semanas. Os participantes aprenderão a lidar com testes de reação em cadeia da polimerase, com transcrição reversa em tempo real (RT-PCR). O método de diagnóstico emprega uma técnica

Governo do Japão e Tepco terão de indenizar afetados por tsunami

Imagem
Um tribunal distrital no Japão determinou que o governo central e a Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco) indenizem cidadãos que dizem ter perdido seu sustento após o acidente na Usina Nuclear Fukushima 1, em 2011. A decisão foi tomada nesta terça-feira (10) pelo Tribunal Distrital de Sapporo. A ação foi impetrada por 257 pessoas de 78 famílias, que foram obrigadas a se transferir para a província de Hokkaido, no Norte do país, após deixarem zonas de evacuação e outras áreas em decorrência do acidente. Cada autor da ação buscava cerca de US$ 160 mil em indenizações. O montante total em danos pedido era de aproximadamente US$ 40,7 milhões. Uma questão era se o governo seria capaz de prever a ocorrência do tsunami de grandes proporções que atingiu a Usina Fukushima 1, que sofreu vários derretimentos. Outro ponto de discórdia era se a Tepco pagou valores apropriados a título de indenização. Grupos de deslocados das áreas afetadas deram entrada com ações similares em todo o Jap

Coronavírus faz Tóquio 2020 ter cerimônia da tocha mais simples

Imagem
O presidente do comitê organizador dos Jogos de Tóquio 2020, Yoshiro Mori, afirmou nesta sexta (6) que a cerimônia de chegada da chama olímpica ao território japonês será mais modesta do que o previsto inicialmente, sem a presença de crianças, por conta do avanço do coronavírus no país. A intenção original era que 140 crianças japonesas viajassem para Atenas para participarem da cerimônia de entrega da chama no dia 19 de março. "Na cerimônia de entrega, que acontecerá em Atenas no dia 19 de março, foi planejada a apresentação de 140 crianças. Mas, para colocar a segurança das crianças na prioridade máxima e levar em conta a solicitação do Governo (...), decidimos não enviar as crianças", disse o dirigente. Além disso, Yoshiro Mori declarou que na cerimônia para receber a tocha na Base Aérea de Matsushima, na província de Miyagi, no dia 20 de março, também não haverá a “participação de crianças”. No Japão as escolas estão fechadas, uma medida para tentar combater o surto de

Japão impõe mais restrições a visitantes para conter novo coronavírus

Imagem
O governo japonês está ampliando as medidas para conter a propagação do novo coronavírus. Até a próxima segunda-feira (9), o país vai iniciar a imposição de quarentena para visitantes procedentes da China e Coreia do Sul. "Vamos solicitar às pessoas provenientes desses dois países, que entrem no Japão, a permanecer duas semanas em locais especialmente designados pelo chefe de quarentena, além de não usarem sistemas de transporte público". As medidas vão vigorar até o dia 31 de março e serão aplicadas a todas as pessoas que ingressarem no país procedentes desses dois países, incluindo as de nacionalidade japonesa. O governo também vai suspender alguns vistos emitidos para chineses e coreanos. Será ampliada sua lista de proibição de viagens, incluindo partes do Irã e novas áreas da Coreia do Sul, a partir de 7 de março. Legisladores deverão aprovar um projeto de lei, até mesmo na próxima semana, que permitirá que o premiê declare estado de emergência em resposta ao surgimento