Postagens

Mostrando postagens com o rótulo EUA

Nova juíza da Suprema Corte dos EUA terá batismo de fogo em estreia

Imagem
Reuters/Jonathan Ernst/Direitos Reservados   Recém-aprovada para a Suprema Corte dos Estados Unidos, a juíza conservadora Amy Coney Barrett enfrenta uma avalanche de casos politicamente delicados em seus primeiros dias no cargo, já que o tribunal analisará disputas eleitorais e se prepara para ouvir uma contestação da lei de saúde Obamacare. Na segunda-feira (26), o Senado sob controle republicano efetivou a confirmação, ignorando as objeções dos democratas a uma indicação tão próxima da eleição presidencial de 3 de novembro. O presidente Donald Trump, que indicou Barrett, disse acreditar que a corte acabará decidindo o resultado da disputa entre ele e o democrata Joe Biden. Barrett, de 48 anos, que será empossada oficialmente pelo juiz-chefe da Suprema Corte, John Roberts, nesta terça-feira (27), se une ao tribunal com duas questões eleitorais dos estados cruciais da Carolina do Norte e da Pensilvânia à espera de seu parecer. A expectativa é que o tribunal se pronunci

Professores fazem carreatas nos EUA contra reabertura de escolas

Imagem
Professores e funcionários de mais de 35 distritos escolares dos Estados Unidos (EUA) fizeram protestos nessa segunda-feira (3) contra os planos de retomada de aulas presenciais, enquanto os casos de covid-19 aumentam em várias partes do país.  Os manifestantes, que fizeram carreatas levando cartazes e com mensagens pintadas em seus veículos, exigem que as escolas não retomem as aulas em agosto e setembro, até que dados científicos justifiquem tais medidas.  Os profissionais de educação querem que os distritos esperem até que entrem em vigor protocolos como salas de aulas com menos alunos e a realização de mais testes, além de que escolas sejam equipadas com número adequado de coordenadores e enfermeiras, segundo um site construído para representar as manifestações.  No Twitter, a Associação de Educadores e Professores de Milwaukee mostrou manifestantes com falsas sepulturas que diziam "Aqui jaz um estudante da terceira série de Green Bay que pegou covid na escola

Covid-19 mata mordomo da Casa Branca que trabalhou com 11 presidentes

Imagem
Wilson Roosevelt Jerman, que trabalhou na Casa Branca com 11 presidentes dos Estados Unidos, morreu aos 91 anos, depois de ter contraído covid-19, anunciou a família. O homem, que começou a trabalhar como empregado de limpeza quando era presidente Dwight Eisenhower (1953-1961), foi rapidamente promovido a mordomo na era Kennedy (1961-1963), e aposentou-se em 2012, durante o mandato de Barack Obama (2009-2017). "Com a sua amabilidade e cuidado, Wilson Jerman ajudou a fazer da Casa Branca um lar durante décadas para várias primeiras famílias, incluindo a nossa", disse a ex-primeira dama Michelle Obama.  "O seu serviço aos outros - a sua vontade de ir mais além pelo país que amava e por todos aqueles cujas vidas tocou - é um legado digno do seu espírito generoso", acrescentou. Hillary Clinton também transmitiu condolências à família, através do Twitter , elogiando a capacidade de Jerman de fazer as famílias de vários presidentes "sentirem-se em c

EUA alertam talibã sobre aumento de violência

Imagem
O talibã e os Estados Unidos continuam debatendo a logística para implementação de um acordo de paz assinado no mês passado. Entretanto, Washington disse que o atual nível de violência do grupo militante é inaceitável, e que isso pode levar ambos os lados a um ciclo vicioso que comprometa a paz. O Departamento de Estado americano divulgou uma declaração na ontem (10). Ela diz que o talibã está matando muitos afegãos e que a situação precisa mudar. O acordo entre Estados Unidos e talibã visa encerrar mais de 18 anos de guerra. Ele levaria a uma retirada das tropas americanas do país, fazendo com o que talibã se abstenha de atacar os Estados Unidos ou seus aliados. Entretanto, um grande obstáculo é que o governo afegão foi deixado de fora das negociações. O talibã e o governo estão em um impasse com relação aos termos de uma troca de prisioneiros. Mas a Reuters agora informa que Cabul concordou em libertar 1.500 prisioneiros do Talibã nos próximos dias. Em troca, o grupo militante vai

Joe Biden fica mais perto da nomeação após vitória em fase decisiva

Imagem
O ex-vice-presidente dos Estados Unidos (EUA) no governo Barack Obama, Joe Biden, ganhou as primárias democratas no estado de Michigan. A vitória é vista pelos analistas como um passo decisivo para garantir a nomeação de Biden como candidato do partido à presidência do país. A vitória de Biden nessa terça-feira (10), nas primárias democratas no estado de Michigan, com grande peso no número de delegados (125), terá aberto o caminho para a escolha e, ao mesmo tempo, acabado com as aspirações presidenciais do senador de esquerda Bernie Sanders, que não conseguiu repetir o triunfo obtido há quatro anos, quando disputava o lugar com Hillary Clinton. A derrota em Michigan soma-se à atuação no Missouri, Mississipi e Idaho, também na terça-feira, faltando concluir a apuração dos resultados em mais dois estados, menos importantes na luta pelos delegados, Dakota do Norte e Washington. De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), Biden reuniu pelo menos 150 novos delegados: 51 em

Trump garante alívio fiscal para moderar impacto do coronavírus

Imagem
O presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou hoje (11) que solicitará autorização junto do Congresso para implementar benefícios fiscais que possam aliviar o impacto econômico do coronavírus. As medidas incluem auxiliar a indústria hoteleira, as companhias aéreas e os navios de cruzeiro. “As empresas não podem ser penalizadas pelo surto do coronavírus”, referiu Trump. De acordo com o Presidente, o Governo norte-americano também pondera que haja um corte nos impostos. A quebra de Wall Street e a pressão dos democratas levou o Governo Federal acelerar a implementação de medidas para lidar com a crise. “Usaremos todas as ferramentas que temos para apoiar a economia”, garantiu o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, acrescentando que a economia dos EUA “é a mais resiliente no mundo” e que a Administração irá ajudar “pequenas empresas que precisem de liquidez”. Vários congressistas também têm insistido com o Governo norte-americano, para que sejam institu

Brasil condena ataque à Embaixada dos EUA na Tunísia

Imagem
O governo brasileiro condenou o ataque realizado hoje (6) à Embaixada dos Estados Unidos na Tunísia. A ação terminou na morte de um policial e deixou outros oito feridos. A posição foi expressa em nota oficial divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores no início da noite de hoje. O episódio ocorreu na capital do país, Túnis. Dois homens-bomba teriam sido os responsáveis pelo ataque e que gerou explosões no local. Os dois autores morreram. A polícia tunisiana isolou o local, que ficou repleto de destroços. Até o momento, nenhuma organização reivindicou a autoria do atentado. O Itamaraty repudiou o episódio, que classificou como terrorista, e se solidarizou com os atingidos e suas famílias. “Ao reiterar seu repúdio a todo ato de terrorismo, independentemente de sua motivação, o governo brasileiro manifesta condolências aos familiares da vítima, votos de plena recuperação aos feridos e solidariedade aos povos e aos governos da Tunísia e dos Estados Unid

Biden vence no Texas e em mais 9 estados nas primárias da Superterça

Imagem
O cenário fica cada vez mais claro rumo ao grande dia das eleições primárias nos Estados Unidos (EUA). O ex-vice-presidente de Barack Obama, Joe Biden, deu forte guinada na disputa pela candidatura do Partido Democrata, conquistando o estado do Texas e mais nove, até agora. As primárias do Partido Democrata foram realizadas em 14 estados na Superterça. Com a projeção de vencedores em aproximadamente todos os estados, até as 13h40 – horário padrão do Leste, a emissora ABC News informou que Biden conquistou 433 delegados. O senador Bernie Sanders assegurou 388 delegados e venceu em três estados. A senadora Elizabeth Warren conquistou 36 delegados. O ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, apenas 12. Após os resultados, Bloomberg anunciou sua retirada da corrida pela indicação do partido Democrata e declarou apoio à candidatura de Biden. Os resultados deixam cada candidato ainda longe de assegurar a maioria dos delegados – 1.991 – necessária para obter a indicação do partido e para

Após sobretaxa imposta pelos EUA, China avisa que adotará medidas

Imagem
O governo da China adotará contramedidas para proteger seus "interesses legítimos" e espera que os Estados Unidos (EUA) revejam as consequências danosas de suas ações e as retifique a tempo, disse nesta terça-feira (18) o Ministério do Comércio chinês, em resposta às novas tarifas impostas por Washington aos produtos importados do país asiático. Em comunicado, o ministério afirmou que a China lamenta "profundamente" a decisão dos EUA de aplicar nova rodada de tarifas a produtos chineses, no valor de US$ 200 bilhões, e garantiu que essa medida trará mais incertezas para as consultas bilaterais. "A China será forçada a adotar contramedidas para proteger seus interesses e direitos legítimos, assim como a ordem do livre comércio global", diz a nota, ao acrescentar que espera que os EUA considerem as "consequências danosas" de sua ação e que a corrija a tempo com "medidas convincentes". A Casa Branca informou que vai i

Trump assina medidas que aliviam importações de aço para os EUA

Imagem
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou decretos que permitem o “alívio das limitações quantitativas” das importações de aço e alumínio de vários países. A expectativa é que a medida favoreça também o Brasil. O documento - denominado “Proclamação presidencial ajustando as importações de aço nos Estados Unidos” - é extenso, reúne 25 itens, e detalha os procedimentos. Está publicado no site da Casa Branca. Pelas novas normas, companhias norte-americanas que negociarem aço do Brasil não vão precisar pagar 25% a mais sobre o preço original desde que provem que há ausência de matéria-prima no mercado interno. O alerta está logo no início do documento. Guerra Os Estados Unidos e a China travam uma intensa guerra comercial com impactos nas negociações globais, sendo que o aço também está no centro da disputa. No começo do ano, Trump impôs tarifa de importação de 25% ao aço e 10% ao alumínio. Na ocasião a indústria brasileira reagiu à decisão d

China anuncia tarifas de 25% para importações dos Estados Unidos

Imagem
A China anunciou hoje (4) novas tarifas de 25% para um total de 106 produtos importados dos Estados Unidos, incluindo a soja, automóveis e aviões, no valor de US$ 50 bilhões. O Ministério do Comércio informou esta medida com a qual pretende defender os direitos do país das tarifas anunciadas pelo governo do presidente dos EUA, Donald Trump, contra as importações chinesas. A decisão envolve dispositivos de tecnologia de ponta das indústrias aeroespacial e robótica, entre outros. Fonte: Agência Brasil