Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Ministério da Infraestrutura

Ministro anuncia obras de integração entre Brasil e Uruguai

Imagem
  O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, se reuniu hoje (17) com o ministro dos Transportes e Obras Públicas do Uruguai, Luís Alberto Héber, para discutir a realização de obras para integração das fronteiras. Após a audiência virtual, ficou definido que o Brasil irá realizar uma licitação para construção de uma nova ponte no Rio Jaguarão, que divide os dois países, no Rio Grande do Sul, e serão iniciados os estudos de dragagem e sinalização da hidrovia Brasil-Uruguai. Segundo o ministério, a ponte terá o custo de R$ 150 milhões e a expectativa é que a licitação seja concluída neste ano. Também está prevista a restauração da Ponte Barão de Mauá, cujo anteprojeto de melhorias já foi aprovado. As obras de dragagem e de sinalização da hidrovia devem permitir o escoamento da safra de arroz do norte do Uruguai para o porto de Rio Grande (RS). A licença ambiental foi solicitada ao Instituto Br

Trevo de Xapetuba inaugura novo trecho de rodovias interestaduais

Imagem
  A divisa entre os municípios mineiros de Uberlândia e Monte Alegre de Minas, conhecida como Trevo de Xapetuba, inaugurou hoje (07) mais um trecho - a segunda fase concluída -, coordenada pelo governo federal. A rodovia, que corta os estados de Minas Gerais e Goiás, possui cerca de 437 quilômetros. Segundo Marcelo Sampaio, secretário executivo do Ministério da Infraestrutura (Minfra), mais de R$ 190 milhões serão investidos no entrocamento entre as BRs 365 e 452. “Essa é uma obra muito aguardada pela população. Também vamos liberar, nos próximos dias, centros de apoio aos usuários, que oferecerão serviços como guinchos e ambulâncias”, afirmou durante a cerimônia. Segundo nota divulgada pelo Minfra, 1.200 empregos foram gerados com a obra e 300 postos permanentes serão criados. O segundo trecho foi finalizado em menos de 1 mês. A previsão é que o todo o Trevo de Xapetuba seja entregue em janeiro de 2021, f

Ministro da Infraestrutura diz que Brasil vive revolução ferroviária

Imagem
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse hoje (30) que uma revolução ferroviária está em curso no Brasil. O ministro participou no início da noite de uma transmissão ao vivo nas redes sociais com o presidente Jair Bolsonaro e falou sobre o trabalho da pasta para aumentar o número de ferrovias em todo o país.  Segundo o ministro, uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) vai permitir, pela primeira vez, a implantação do modelo de investimento cruzado, no qual trechos de ferrovias serão construídos pela iniciativa privada, sem custos para o governo.  Tarcísio Freitas explicou que a decisão permitiu a renovação antecipada dos contratos de concessão de estradas de ferro operadas pela mineradora Vale. Pelo novo modelo, a empresa vai construir ferrovias para o governo em vez de pegar a outorga. Quando a ferrovia estiver pronta, o trecho construído será licitado, gerando uma nova outorga.  De acordo com o ministro, o modelo vai permitir R$ 17 bil

Análise do TCU é último passo para edital de construção da Ferrogrão

Imagem
Já está com o Tribunal de Contas da União (TCU) o projeto de concessão da Ferrogrão, nova ferrovia que ligará Sinop, no norte de Mato Grosso (MT), a Itaituba, no Pará (PA). O documento foi protocolado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), na última sexta-feira (10). Cabe ao TCU, agora, a análise da documentação para a publicação do edital de licitação ainda este ano. O plano, acompanhado dos estudos técnicos e das minutas de edital e de contrato foi assinado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, após liberação da diretoria da ANTT, na terá-feira (7). São esperados investimentos de R$ 8,4 bilhões no projeto de concessão. “Hoje, mais de 70% da safra matro-grossense é escoada pelos portos de Santos, no estado de São Paulo, e de Paranaguá, no Paraná, a mais de 2 mil quilômetros da origem. Esse cenário mostra a relevância do projeto dentro do sistema logístico de cargas do